A Gripe H1N1 é uma doença causada pela mutação do vírus da gripe. Também conhecida como gripe Influenza tipo A ou gripe suína, ela se tornou conhecida quando afetou grande parte da população mundial entre 2009 e 2010. Os sintomas da gripe H1N1 são bem parecidos com os da gripe comum e a transmissão também ocorre da mesma forma. O problema da gripe H1N1 é que ela pode levar a complicações de saúde muito graves, podendo ser fatal. O vírus vive por duas a oito horas em superfícies e lavar as mãos com frequência ajuda a reduzir as chances de contaminação.

Quando começa a Campanha de Vacinação?

De 23/04 até 01/06/2018, sendo o dia 12/05 (Sábado), o dia “D” da campanha.

 

Quem deve tomar a vacina?

– Crianças de 6 meses a 5 anos;

– Idosos;

– Professores;

– Profissionais da Saúde (rede pública e particular);

– Grávidas;

– Mulheres que tiveram filhos há até 45 dias;

– Presidiário;

– Funcionários do sistema prisional;

– Pessoas com doenças crônicas: Diabetes, Asma, Câncer;

– Condições clínicas especiais: doenças respiratórias, cardíacas, renais, hepáticas, neurológicas, obesos, imunossuprimidos (doenças que baixam a imunidade do indivíduo), transplantados.

 

Quem não deve tomar a vacina?

– Bebês menores de 6 meses;

– Quem já teve reação alérgica a aplicações anteriores;

– Quem teve a Síndrome de Guillain Barré (é uma doença do sistema nervoso, se manifesta sob a forma de inflamação aguda dos nervos);

– Quem tem alergia a ovo;


A vacina protege contra quais vírus?

A vacina dada na rede pública é a Trivalente, contra as gripes do tipo: A (H1N1), A (H3N2) e um tipo da B. Na rede privada é fornecida também a Quadrivalente, que protege contra mais um tipo da gripe B.

 

Quem toma a vacina, tem chances de ficar gripado como “reação”?

Não, o que pode ocorrer são dores locais, febre baixa, dor no corpo e mal-estar.

 

Se eu tomar a vacina enquanto estiver grávida, o bebê também está protegido?

Sim, a vacina protege a mãe, o feto e o bebê recém-nascido até o 6º mês.

 

Quais são os sintomas da Gripe H1N1?

– Febre alta (dura em torno de 3 dias);

– Tosse seca;

– Coriza;

– Dor muscular;

– Dor de cabeça;

– Dor de garganta;

– Dificuldade para respirar;

– Lábios com coloração arroxeada;

– Dor abdominal;

– Tontura;

– Vômito persistente.

 

Como prevenir?

Vacinação;

– Mantenha os ambientes bem ventilados;

– Lavar as mãos com água e sabão ou higienizar com álcool;

– Evitar contato com pessoas que tenham a doença;

– Usar lenço descartável;

– Cobria a boca quando for tossir ou espirrar e logo após lavar as mãos;

 

Ao perceber os sintomas descritos, procure orientação médica para avaliação adequada e tratamento específico.

 

Fontes: http://www.iff.fiocruz.br/index.php/8-noticias/239-h1n1sintomas

https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2018/04/vacinacao-contra-a-gripe-comeca-nesta-segunda-em-todo-o-pais-tire-suas-duvidas.shtml