O Google está testando um novo método para prever riscos de doenças cardíacas. Por meio de técnicas de inteligência artificial, a solução “escaneia” a parte traseira interna dos olhos.

Em artigo publicado no revista Nature Biomedical Engineering, a Verily, filial de saúde do gigante de pesquisas detalhou o método. Quando fotografado com o auxílio de um microscópio, o fundo dos olhos podem dar aos médicos uma ideia sobre a idade do paciente, pressão arterial, níveis de colesterol e se eles fumam ou não – e, com isso, se os pacientes são susceptíveis de sofrer doença do coração.

Ao treinar com dados de cerca de 300 mil pacientes, o sistema de machine learning da Verily conseguiu examinar as imagens da retina de dois pacientes – um que sofreu um evento cardiovascular nos últimos cinco anos e um que não sofreu – e identificá-los corretamente com precisão de 70%. Isso é comparável aos métodos que estão atualmente em uso e requerem exames de sangue.

Os pesquisadores reconhecem que ainda há algumas limitações a superar antes que esteja pronto para uso geral. No entanto, os resultados são promissores e o trabalho de Verily certamente pode acelerar os testes de doenças cardiovasculares e torná-los mais acessíveis.

Fonte: http://computerworld.com.br/inteligencia-artificial-do-google-analisa-os-olhos-para-prever-doencas-cardiacas