Outubro Rosa: conscientização e combate ao câncer de mama

 

Desde 1990, que anualmente no mês de outubro, pessoas, empresas e marcas se mobilizam em torno de um tema: o câncer de mama.

 

“Para o Brasil, estimam-se 59.700 casos novos de câncer de mama, para cada ano do biênio 2018-2019, com um risco estimado de 56,33 casos a cada 100 mil mulheres”

Segundo estimativa para 2018-2019, do Inca <fonte>

 

O câncer de mama é uma das doenças que mais incidem sobre a mulher. O câncer surge a partir de anomalias nas células que se multiplicam formando um tumor. Em geral o câncer de mama tem seu desenvolvimento lento, por isso, é extremamente importante as campanhas de prevenção como o Outubro Rosa, porque, além de silenciosa o câncer de mama pode ser mortal.

É tão importante falarmos sobre o câncer de mama que mês de outubro, virou o mês oficial da campanha em quase todo mundo.

 

Fatores de risco do câncer de mama:

Não há algum fator determinante para o surgimento do câncer de mama, ele é considerada uma doença aleatória, mas o grupo de maior risco e incidência estão nas mulheres acima de 50 anos.

 

Alguns comportamentos podem aumentar a ameaça deste tipo de doença:

 

  • Obesidade (principalmente após a menopausa)
  • Sedentarismo
  • Álcool e drogas
  • Exposição a radiação

 

É extremamente importante também, verificar na família se há algum histórico da doença, principalmente em primeiro grau, este é um alerta para o acompanhamento mais próximo e monitoramento anual que a mulher deve realizar. Havendo casos na família é necessário que mulher busque um médico especialista e comece a monitorar o quanto antes, as rotinas de mamografia inclusive serão diferenciadas.

 

O auto exame: a primeira arma para combater o câncer de mama

De acordo com alguns especialistas, quase ⅓ dos casos de câncer de mama poderiam ser evitados quando, primeiramente, se preocupando com qualidade de vida (praticando exercícios físicos e com dieta regular) e observando as mamas através do auto exame.

 

Veja:

Após realizar o auto exame fique atento aos detalhes, se algo chamar atenção, que seja diferente do habitual, pode ser importante consultar um ginecologista.

 

Alguns sinais que merecem uma análise mais criteriosa:

  • Alterações na pele da mama
  • Aumento de uma das mamas
  • Vermelhidão ou alterações da cor da mama

Continue lendo nossos posts:

 

A meditação mindfulness: o estado de atenção plena

As crises de ansiedade e seus impactos

Cafeína faz mal para saúde?

Serviço:

 

A BenCorp é uma consultoria que oferece gestão integrada de benefícios corporativos e saúde ocupacional, promovendo bem-estar aos colaboradores e reduzindo custos com saúde para empresas.

Entre em contato:

 

11 3149-4444