Em 1990, a Organização de Câncer de Mama dos EUA, promoveu uma corrida denominada “Corrida Pela Cura”, na cidade de Nova Iorque, com o intuito de arrecadar fundos para pesquisas.  Aconteceu num mês de outubro e a repercussão foi enorme, nascia então a iniciativa do Outubro Rosa, que se espalha pelos cantos do mundo e mobiliza milhares de pessoas pelo combate e prevenção à doença. 

O Câncer de Mama pode ocorrer quando há uma alteração no DNA da célula, que passa a receber instruções equivocadas sobre suas funções dentro do organismo. Quando essas alterações ocorrem em genes especiais, eles são ativados dentro das células, que se transformam em células cancerígenas. 

Porém essas mudanças não decorrem de um motivo específico e único: segundo o INCA (Instituto do Câncer), “Entre 80% e 90% dos casos de câncer estão associados a causas externas”. Entende-se por causas externas o estilo de vida adotado ao longo de nossa vida, o ambiente profissional onde estamos inseridos e as mudanças no meio ambiente em decorrência de ação humana. A relação de nossos hábitos com o desenvolvimento da doença é mais forte do que passa pelo nosso entendimento.

É senso comum que mulheres acima dos 50 anos requerem uma atenção especial quando o assunto é o desenvolvimento do Câncer de Mama, porém, pessoas fora dessa faixa etária precisam estar atentas aos fatores de risco dessa doença. Fatores hereditários representam uma pequena porção na incidência da doença, o que reforça a necessidade de um olhar atento para:

-Menarca Precoce e Menopausa Tardia: que deixa a mulher exposta à hormônios por um maior período de tempo

-Anticoncepcionais: se utilizados sem pausa, de forma prolongada

-Nuliparidade: não ter filhos ou tê-los a partir dos 30 anos

-Alcoolismo: ultrapassar a dose mensal recomendada de 5 doses para mulheres e 6 para homens

Compreende-se assim a importância de adotar novos hábitos em nosso dia a dia, atrelados a realização de exames periódicos de prevenção e consultas frequentes ao seu médico. Medidas simples como alimentação saudável e atividade física são grandes aliadas no processo de prevenção do Câncer. 

Essa doença tem cura! Quanto mais cedo for detectada, maiores são as chances, por isso, previna-se

 

Fontes:
CANCER.ORG.BR
INCA.GOV.BR