Quarentena vs Saúde Mental: Como lidar com esse período de isolamento social?

Em tempos difíceis de Corona Vírus e de quarentena, sabemos que o isolamento pode trazer consequências emocionais e físicas importantes. O medo nos afeta de forma profunda, pode nos paralisar ou nos deixar em contate estado de terror, deixando nosso sistema imunológico em baixa e é justamente isso que não queremos. Por isso, é imprescindível que possamos olhar e dar atenção também para a saúde emocional das pessoas. Dessa forma, a BenCorp quer levar mais saúde, de forma global e completa, para seus clientes e colaboradores.

Devido a quarentena, foi definido o Home office para grande parte das empresas do nosso país, modalidade de trabalho esta que permite que você economize o tempo de deslocamento até o escritório, mas que precise se organizar e trabalhar de casa…o que nem sempre é fácil para quem vive com outras pessoas, principalmente em um momento de tanta tenção como o que estamos vivendo. Pensando nisso, preparamos um material com dicas e sugestões para que você tente aproveitar esse momento com o máximo de saúde física e emocional possível, reduzindo estresse e ansiedades.

Comece tentando criar uma rotina! Pense em atividades que você gosta ou que precisa fazer e procure estabelecer horários e momentos definidos para realizar cada uma delas. Nessas horas, ter uma “agenda” pode te ajudar muito a não perder o foco, não procrastinar e utilizar o seu tempo da melhor forma.

Faça cursos online gratuitos e aprimore seus conhecimentos:

1)      FGV (fgv.br/fgvonline/Cursos/Gratuitos/)

2)      Insper (coursera.org/insper)

3)      USP (coursera.org/usp)

4)      Senai (eadsenaies.com.br)

5)      Sebrae (sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/cursosonline)

6)      Escola Virtual (ev.org.br)

7)      Perestroika (perestroika.com.br/online/vailaefica)

Aproveite para colocar a leitura em dia, seja por livros físicos ou online. Veja alguns sites que permitem a baixar ou ler conteúdos:

1)      Amazon

2)      Biblioteca Mundial Digital

3)      eBooks Brasil

4)      Livraria Cultura

5)      Machado de Assis

6)      OpenLibrary

7)      Project Gutenberg

8)      Saraiva

Ficar em casa não é desculpa para não se exercitar, veja alguns apps que permitem você fazer atividades físicas em casa e de graça:

1)      Mova Mais

2)      BTFIT

3)      Freeletics

4)      Yoga.com

5)      Jefit Pro

Agora os canais do Youtube:

  • Exercício em casa
  • Gym Virtual
  • P4P Brasil
  • Lu Oliveira
  • BeFit
  • Daniel Saboya
  • Fitness Blender

Meditar pode ser uma boa forma de tranquilizar a nossa mente, nos conectarmos com nós mesmos e nos sentirmos mais calmos. Alguns aplicativos oferecem meditações guiadas excelentes para quem está começando nessa jornada.

  • Insight Timer
  • 5 minutos

Tem crianças em casa? Também existem várias ferramentas online para distraí-las. Experimente:

  • Globoplay
  • Discovery Kids
  • YouTube Kids
  • Espaço de Leitura: espacodeleitura.labedu.org.br
  • Atividades de colorir online Colorir Online: colorir-online.com
  • Quick Draw
  • Contação de histórias no Instagram: @fafaconta, @maequele, @carollevy e @marinabastoshistorias.

 

Mantenha sua rotina!

Se sua é algo importante pra você, não deixe de lado isso. Existem muitas igrejas, centros espiritas, templos e demais instituições que têm realizado cultos, palestras e encontros online. Se conecte com o que faz sentido pra você e com aquilo que te traz paz. Seja o que for, tenha o nome que for.

Organize sua casa, gavetas e armários que há muito você queria ajeitar, mas nunca tinha tempo pra isso. Estar em um ambiente arrumado, limpo e arejado nos traz conforto emocional, sensação de bem-estar e de tarefa cumprida. A energia circula e você se sente mais leve.

Realize ligações via Facetime ou outros aplicativos como House Party para ver familiares, amigos, colegas de trabalho e matar a saudade. Ver o rosto de quem gostamos, diminui a sensação de isolamento, nos conecta mais às pessoas, reduz a saudade, nos faz sentirmos mais próximos, nos possibilita expressar melhor nossos afetos, faz o tempo passar mais rápido e ameniza a tristeza e a ansiedade por estarmos longe fisicamente.

Sentir-se útil nessas horas também pode ser uma excelente forma de termos mais saúde mental. Se você sabe de alguém que está precisando de ajuda, financeira, psíquica, médica e se você tem como ajudar, faça oq está ao seu alcance e que não te coloque em risco ou te exponha. Existem diversas redes de apoio que estão sendo montadas para ajudar pessoas em vulnerabilidade social. Participar disso e ajudar o próximo faz ainda mais bem para nós mesmos.

Não se cobre, nem se culpe caso algum dia você não tenha conseguido ser produtivo ou fazer as coisas das quais você havia se proposto. Existe uma tendência, em virtude de todos os conteúdos disponíveis nas redes sociais, de exigirmos de nós mesmos que sejamos sempre muito ativos e produtivos. Isso nem sempre é possível, principalmente num momento tão difícil como o que estamos enfrentando. Haverá dias melhores e piores, mais fáceis e mais difíceis e as vezes, em meio a tudo isso, realmente precisaremos nos recolher e ficar dentro de nós mesmos. O isolamento tem nos feito olhar mais pra dentro de nós e esse nunca é um processo fácil, mas é sem sombra de dúvidas, transformador. Vamos tentar sair disso melhor do que entramos, sendo mais flexíveis, generosos e afetuosos com nós mesmos e com o próximo.

Tenha momentos para não fazer nada! Isso também é importante para sua mente e seu corpo.

Busque informação, mas não se deixe contaminar pelo excesso de conteúdo que as mídias disponibilizam. É extremamente importante que todos nós estejamos bem informados e cientes do que está acontecendo, tanto para nos protegermos e tomarmos as medidas corretas e necessárias, como para compreender a dimensão disso tudo. No entanto, chega-se num ponto em que o excesso de notícias nos deixa ainda mais ansiosos, abalados, assustados e nervosos. Equilíbrio é muito importante nesse momento.

Não criar resistência a tecnologia

Outro tema delicado, que tem sido muito presente na vida das pessoas e que tem gerado grandes repercussões, gira em torno do convivo continuo e forçado com parentes que vivem na mesma casa. Sabemos que as relações familiares são complexas, diversas e cheias de questões, entendemos também, que “ter que estar junto” o dia todo pode não ser nada fácil e acionar temáticas, problemas e situações difíceis. Muitos são aqueles que moram em locais onde não é possível que cada pessoa da família se isole ou tenha seu próprio espaço individual para ficar. Por isso, é tão importante que possamos manter nossas mentes ocupadas. Caso isso não seja possível em alguns momentos e o estresse e as brigas inerentes à família ocorram, tente respirar fundo, procure parar a discussão, se for possível, se afaste e vá para outro cômodo, faça alguma atividade que o relaxe e lhe de prazer. Não haja com violência e agressividade de maneira nenhuma. Tudo o que fazemos tem consequências que podem nos afetar muito posteriormente. Se já é difícil enfrentarmos essa Pandemia estando bem com quem está ao nosso lado, imagina se estivermos brigando e nos desentendendo.

Se necessário, peça ajuda…

Pedir ajuda é um grande sinal de força e inteligência. Estamos em isolamento, mas não precisamos enfrentar isso sozinhos. Os sentimentos estarão à flor da pele nesse momento e ter um canal para colocar nossas angustias pra fora e dar significado a tudo isso, pode fazer toda a diferença. Esse pode ser o seu espaço de acolhimento, escuta, compreensão e suporte emocional.

Vamos juntos descobrir novas e mais formas de expressar nosso afeto, nosso carinho e nossos sentimentos, mesmo que à distância.

Estamos abertos para dúvidas, sugestões e questionamentos.